Vale Saúde - Logomarca
Especialidade médica que cuida da qualidade do sono, identifica e trata possíveis distúrbios

Médico do Sono

Especialidade médica que cuida da qualidade do sono, identifica e trata possíveis distúrbios

Consultas presenciais com médico do sono

A PARTIR DE

R$ 70*

Ligue Saúde: orientação médica por telefone

24H POR DIA

Incluso

Pronto atendimento online com Clínico geral e Pediatra

24H POR DIA

R$ 49,90/consulta

Qual a função de um médico do sono?

A Medicina do Sono é uma área médica que só foi oficializada no Brasil em 2011. Alguns médicos, como otorrinolaringologistas, neurologistas, psiquiatras, pneumologistas, pediatras e clínicos gerais, tem a possibilidade de atuar nesse setor, desde que sejam aprovados em uma avaliação feita pela Associação Médica Brasileira (AMB). O médico do sono é responsável por tratar distúrbios do sono.

O sono é parte essencial da rotina de qualquer pessoa e, se não dormimos bem, enfrentamos sintomas como irritabilidade, fadiga, sono e cansaço excessivos durante o dia, entre outros problemas de saúde, incluindo pressão alta e alterações cardíacas.

Ter dificuldades para dormir de vez em quando é normal. Entretanto, quando o indivíduo passa por noites mal dormidas ou totalmente em claro, com muita frequência, é importante procurar um médico do sono para identificar possíveis distúrbios.

Quais são as principais doenças tratadas?

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 40% da população mundial possui alguma queixa quando o assunto é a qualidade do sono. Estimasse que existam mais de 80 distúrbios relacionados a ele, sendo alguns deles:

  • Insônia
  • Apneia obstrutiva do sono
  • Roncos
  • Sonambulismo
  • Sono excessivo e cansaço diurno
  • Bruxismo (ranger ou pressionar os dentes durante o sono)
  • Síndrome das Pernas Inquietas
  • Paralisia do sono e terror noturno
  • Narcolepsia (distúrbio crônico em que a pessoa tem ataques repentinos de sono, dormindo em qualquer lugar e em qualquer situação)
  • Hipersonia idiopática (sono diurno em excesso, com ou sem aumento das horas de sono noturnas)
  • Síndrome de Kleine-Levin ou Síndrome da Bela Adormecida (perturbação neurológica caracterizada por crises de hipersonia capazes de durar dias)

Quais exames esse especialista solicita?

Ao procurar um médico do sono, o paciente pode ser submetido a uma série de exames investigativos para que o diagnóstico seja o mais correto possível. Os exames mais comuns realizados incluem:

Polissonografia

Engloba vários outros exames de uma vez só para monitorar as atividades durante o sono. Estão inclusos eletroencefalograma (EEG), eletrooculograma (EOG), eletromiograma (EMG), eletrocardiograma (ECG), espirometria, esforço respiratório toráxico e abdominal, saturação de oxigênio, concentração de dióxido de carbono e movimento corporais.

Actigrafia

É utilizado para analisar os ciclos do sono e despertar da uma pessoa. O aparelho, chamado de actígrafo, fica com o paciente pelo período de uma a quatro semanas, permitindo um registro a longo prazo e contínuo das informações.

Teste das Latências Múltiplas do Sono (TLMS)

É considerado essencial para diagnosticar a narcolepsia, tendo em vista que seu objetivo é avaliar a sonolência do paciente. O procedimento faz um registro do sono espontâneo, sem ser induzido por medicamentos, a não ser que haja prescrição médica.

Tese da manutenção da vigília (TMV)

Utilizado para avaliar a capacidade do indivíduo de se manter acordado em ambientes calmos e sem estímulos. Costuma ser aplicado em pessoas que precisam permanecer alertas por necessidades trabalhistas e para avaliar a resposta de pacientes a tratamentos que causam sonolência.

O que pode causar distúrbios do sono?

Geralmente, não dormir bem está relacionado a vários fatores, como:

Dessa forma, quando médico do sono analisar o resultado dos exames, ele também irá procurar possíveis causas para o problema. Os tratamentos costumam envolver mudança nos hábitos de vida e nos hábitos noturnos, terapia e medicamentos para dormir, sendo eles naturais ou não.

Quando devo procurar um médico do sono?

Os distúrbios do sono tendem a causar cansaço e sonolência excessiva durante o dia. Além disso, apresentam outros sintomas, como:

  • Irritabilidade
  • Problemas de memória
  • Problemas em se manter alerta
  • Falta de foco
  • Lentidão
  • Dificuldade em tomar decisões
  • Ronco persistente
  • Dificuldades para pegar no sono
  • Sono inquieto
  • Pausas na respiração ou ranger de dentes enquanto dorme

Se você estiver com problemas para dormir e apresentando esses sinais há um período igual ou maior que três meses, é essencial procurar um médico do sono.

Noites de sono incompletas e sem qualidade são capazes de levar a uma baixa produtividade no trabalho e nos estudos, além de causar acidentes. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET) indica que o sono e o cansaço causam mais acidentes automobilísticos do que o álcool.

Segundo o estudo, 42% dos acidentes nas estradas estão relacionados ao sono e outros 18% são resultado de fadiga. Ou seja, 60% dos acidentes do gênero têm relação com noites mal dormidas e cansaço.

Por isso, a Medicina do Sono é de extrema importância para garantir o máximo bem-estar, qualidade de vida e segurança para as pessoas.

Quanto custa uma consulta com médico do sono?

Com a Vale Saúde, você consegue marcar consultas presenciais ou por telemedicina (videochamada pelo aplicativo) com um médico do sono e mais de 60 especialistas, a partir de R$ 70,00*! Assinantes também têm descontos em exames, cirurgias e medicamentos.

Saiba mais sobre nossas assinaturas e comece a cuidar da sua saúde agora mesmo!