Vale Saúde - Logomarca
Saiba mais sobre a oncologia, área da medicina responsável por diagnosticar e tratar casos de câncer

Oncologista

Saiba mais sobre a oncologia, área da medicina responsável por diagnosticar e tratar casos de câncer

Consultas presenciais com oncologista

A PARTIR DE

R$ 70*

Ligue Saúde: orientação médica por telefone

24H POR DIA

Incluso

Pronto atendimento online com Clínico geral e Pediatra

24H POR DIA

R$ 49,90/consulta

Qual a função do oncologista?

O oncologista é o médico responsável por diagnosticar e tratar casos dos mais diversos tipos tumores e cânceres. Existem muitas áreas da oncologia, mas as que mais se destacam são a clínica, a de cirurgia e a de radiação.

Um oncologista clínico atua no cuidado direto com o paciente, prescrevendo e executando quimioterapia, hormonioterapia, imunoterapia e utilização de remédios variados.

Já o oncologista cirúrgico trabalha na remoção de tumores e tecidos quando há necessidade de cirurgia. Esse também é o profissional que realiza biópsias em caso de suspeita de câncer.

Por último, o radio-oncologista é o responsável pelos tratamentos com radiação, seja para tentar erradicar os tumores ou diminuí-los para oferecer melhor qualidade de vida ao paciente.

É importante dizer que o oncologista trabalha com uma equipe multidisciplinar. Isso porque existem mais de 200 tipos de câncer, que podem atingir o paciente em graus e estados diferentes.

Por isso, psiquiatras, fisioterapeutas, nutricionistas, psico-oncologistas, cirurgiões, patologistas, neurologistas, entre vários outros especialistas podem ajudar no tratamento de um câncer. Além disso, no caso de câncer infantil, pediatras e oncologistas pediatras também são essenciais e se responsabilizam pelo diagnóstico e tratamento.

Saiba mais sobre a função do oncologista com o Dr. Pedro Hashizume

Quais são as principais doenças tratadas?

• Câncer de pulmão

• Câncer colorretal

• Câncer de estômago

• Câncer no fígado

• Câncer de mama

• Câncer de próstata

• Câncer de pele

• Câncer no cérebro

• Câncer no pâncreas

Os tipos de tratamentos propostos pelo profissional

Um dos principais papéis de um oncologista é propor um tratamento individualizado para cada paciente. Isso porque o câncer pode atingir cada pessoa de um jeito diferente.

O tratamento também vai depender do estágio da doença em que a pessoa se encontra. Mas, no geral, o tratamento oncológico possui três etapas:

Curativa: o primeiro objetivo é sempre tentar curar o paciente com os medicamentos e possibilidades mais modernas, mesmo que a chance de cura seja pequena;

Remissão: se a cura não for possível, o oncologista deve orientar o paciente sobre a possibilidade de remissão da doença, que irá oferecer mais tempo de vida e adiar idas ao hospital e internações;

Paliativa: se as tentativas de remissão falharem, resta ao médico oferecer conforto ao paciente e familiares com medicamentos e terapias que possam aliviar as dores e demais sintomas.

Quando devo procurar um oncologista?

O câncer é uma doença complexa, independentemente do tipo de tumor que o paciente apresenta. As causas podem ser variadas, assim como os sintomas, e o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura da doença ao possibilitar um tratamento mais assertivo.

Por isso, se apresentar perda de peso sem dieta ou prática de exercício, cansaço intenso, dor localizada que não passa, alteração nas fezes, dor ao urinar ou urina escura, manchas na pele, caroços e inchaços em diferentes partes do corpo, sangramentos, cicatrização lenta e/ou dificuldade em engolir, é a hora de buscar um oncologista.

O profissional irá, então, realizar um atendimento em três etapas:

Conscientização: o médico irá dizer ao paciente as chances de os sintomas serem condizentes com câncer e prescrever exames para confirmar ou descartar a doença;

Avaliação clínica, diagnóstico e preparação: o profissional vai analisar os exames, fechar o diagnóstico e preparar o paciente para o tratamento;

Acesso ao tratamento: o paciente passa a conhecer o melhor tratamento prescrito pelo oncologista.

Câncer

Câncer de Mama

Câncer de Próstata

Câncer de intestino

Câncer no Fígado

Tabagismo

Leucemia

Neoplasia pulmonar

Leucoplasia

Linfoma

Câncer de Pulmão

Câncer de Pele

Câncer de Estômago

Melanoma

Tumor Cerebral

Câncer de Colo de Útero

Fadiga

Hemangioma