Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Especialista é responsável por tratar doenças que afetam os órgãos gastrointestinais

Gastroenterologista

Especialista é responsável por tratar doenças que afetam os órgãos gastrointestinais

Qual a função do gastroenterologista?

A gastroenterologia é a especialidade responsável por prevenir, diagnosticar e tratar todas as doenças e problemas que afetam a região gastrointestinal do corpo humano, que se inicia na boca e termina no ânus.

Dessa forma, os profissionais dessa área cuidam de órgãos essenciais, como esôfago, estômago, pâncreas, fígado e intestino. No entanto, o gastroenterologista, em si, foca no cuidado da proporção alta do trato digestivo (estômago, esôfago e intestino delgado).

Isso acontece porque como a especialidade compreende todo o sistema digestivo, existem subdivisões que têm o objetivo de possibilitar o foco em órgãos específicos, facilitando a atuação dos profissionais e o otimizando diagnósticos e tratamentos.

Além do gastroenterologista, os proctologistas (cuidam da parte inferior do trato digestivo, incluindo intestino grosso, reto e ânus) e os hepatologistas (tratam do fígado, da vesícula biliar e do pâncreas) também fazem parte da gastroenterologia.

É importante procurar o gastroenterologista ao sentir sintomas como azia, queimações, refluxo, vômitos, diarreia, prisão de ventre, gases, dor abdominal e inchaço que podem indicar a presença de doenças como gastrite, úlceras gástricas, câncer e doença de Crohn.

Para diagnosticar essas condições, o gastroenterologista frequentemente solicita exames como endoscopia digestiva alta e colonoscopia, que são importantes para checar a saúde do sistema digestivo.

Quais são as principais doenças tratadas por um gastroenterologista?

O gastroenterologista é capaz de tratar diversas doenças do sistema gastrointestinal. Alguns exemplos são:

Quando devo procurar um gastroenterologista?

Ao sentir os seguintes sintomas, é recomendado agendar uma consulta com um gastroenterologista:

  • Enjoos e náuseas frequentes
  • Azia e sensação de queimação no estômago
  • Refluxo
  • Vômitos e diarreia
  • Dores abdominais
  • Prisão de ventre
  • Má digestão
  • Gases
  • Inchaço abdominal
  • Distensão abdominal
  • Sangramento nas fezes
  • Fezes escuras
  • Mau hálito
  • Perda de peso sem motivo aparente
  • Falta de apetite
  • Dores na barriga, no estômago ou no peito

É importante ter em mente que alguns problemas que afetam a área digestiva podem se manifestar outros órgãos, como o fígado. Além disso, febre, urina escura e dor no peito também são capazes de indicar que há algo errado no trato gastrointestinal.

Pacientes com mais de 45 anos devem se consultar com um gastroenterologista todos os anos, para prevenir quadros de câncer no estômago ou no cólon.

Pessoas que possuem condições crônicas, como a doença de Crohn, síndrome do intestino irritável e doença celíaca, também devem passar em consulta com frequência, a fim de fazer exames, renovar receitas e acompanhar a evolução do diagnóstico.

Quais exames o especialista solicita?

O gastroenterologista pode solicitar uma série de exames. Os mais comuns são:

  • Endoscopia digestiva alta: tem como objetivo analisar o esôfago, o estômago e o duodeno e identificar a causa de sintomas como cólicas abdominais, refluxo e queimação.
  • Colonoscopia: é um exame que investiga desde o intestino grosso até o delgado. É utilizado para verificar o motivo por trás de sangramento nas fezes, diarreia frequente, prisão de ventre e dores abdominais.
  • Manometria esofágica: mede a pressão dos músculos do esôfago, responsáveis por conduzir comidas e líquidos até o estômago. Costuma ser solicitado em casos de refluxo.
  • PHmetria do esôfago: serve para medir o pH do estômago e identificar possíveis problemas relacionados à acidez e que podem causar azia e queimações.
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CRE): é utilizado para avaliar possíveis doenças que atacam as vias biliares e o canal pancreático.
  • Ultrassom endoscópico (ecoendoscopia): é um procedimento usado para identificar tumores e outros tipos de lesões no sistema gastrointestinal.
  • Exames de fezes: consegue apontar problemas no canal digestivo, como infecções e presença de vermes.

Como é a primeira consulta com um gastroenterologista?

Para a primeira consulta, é recomendado que o paciente leve os seus exames mais recentes e anote todos os remédios de uso contínuo utilizados, incluindo posologia e as doses prescritas.

É essencial listar todos os sintomas apresentados nas últimas semanas e que são o motivo da consulta. O gastroenterologista ainda precisa saber sobre todas as alergias alimentares e medicamentosas, assim como possíveis intolerâncias. Quanto mais específicas forem as descrições, melhor.

Gastroenterologia na telemedicina: como funciona?

A gastroenterologia é uma especialidade que se adaptou muito bem às teleconsultas. Por meio do atendimento online, o paciente relata as suas queixas ao médico, que irá prescrever exames para confirmar um possível diagnóstico, se houver necessidade.

Os exames devem ser feitos de maneira presencial, na clínica ou laboratório de preferência do indivíduo, seguindo todas as recomendações médicas feitas pelo especialista.

Em alguns casos, o gastroenterologista opta por enviar receitas de medicamentos para aliviar os sintomas de imediato. Se for preciso, o profissional ainda pode recomendar que a pessoa marque uma consulta presencial para que um exame clínico (físico), que não é obrigatório, seja feito.

Quanto custa uma consulta com um gastroenterologista?

Com a Vale Saúde, você pode marcar consultas presenciais ou por telemedicina (videochamada pelo aplicativo) com gastroenterologistas e outras 60 especialidades médicas a partir de R$ 70,00*!

Assinantes também têm descontos em diversos exames, como a colonoscopia e a endoscopia, pacotes cirúrgicos e medicamentos. Saiba mais sobre as nossas assinaturas e comece a cuidar da sua saúde agora mesmo!

Doenças e sintomas tratados

Vômito

Enterobíase

Dor de garganta

Prisão de Ventre

Esofagite

Cólica abdominal

Doença de Chagas

Úlcera

Câncer de intestino

Esteatose hepática

Tabagismo

Infecção Bacteriana

Obesidade

Doença Celíaca

Cirrose

Hérnia de Hiato

Covid-19

Refluxo

Fibrose Cística

Síndrome do Intestino Irritável

Hérnia epigástrica

Náusea

Enterorragia

Hemorroidas

Virose

Azia

Gastrite

Doença de Crohn

Pancreatite

Diarreia

Leucoplasia

Câncer de Estômago

Intolerância à Lactose

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Moções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil