Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Saúde V


Saúde e Bem-estar

Alimentação

Dicas e Curiosidades

Exames

Saúde Mental

Saúde e Bem-estar

Maio Roxo: conheça a campanha dedicada às doenças intestinais

02 de

maio

de 2024

campanha maio roxo
assinatura vale saúde

Ações visam aumentar o debate e a prevenção de doenças que afetam o intestino

O que é o Maio Roxo e qual o seu objetivo?

O Maio Roxo é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), lançada em 2010 no Brasil, para conscientizar sobre as doenças inflamatórias intestinais (DII), como a doença de Crohn e a colite ulcerativa. A campanha coincide com o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal, celebrado em 19 de maio, e enfatiza a importância do diagnóstico precoce e do tratamento eficaz dessas condições crônicas e debilitantes que afetam o sistema digestório.

Durante o mês, são promovidas ações educativas e de apoio, como iluminação roxa de monumentos, simpósios, palestras e caminhadas, que visam aumentar a conscientização sobre as DIIs e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. As atividades são organizadas por entidades de saúde e associações de pacientes, que buscam chamar a atenção da sociedade e dos legisladores para as necessidades dos indivíduos afetados.

Reconhecer os sintomas e iniciar o tratamento adequado são essenciais para o bem-estar dos pacientes. Com o aumento da incidência dessas doenças na população brasileira, a campanha Maio Roxo se torna ainda mais relevante, promovendo conhecimento e suporte para aqueles que convivem com essas condições.

A seguir entenda mais sobre essas doenças. Continue a leitura!

Assine o App da Vale Saúde: Plano Individual por R$ 14,90/mês

O que são doenças inflamatórias intestinais?

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são condições crônicas que provocam inflamação persistente no trato gastrointestinal. Elas englobam principalmente a doença de Crohn e colite ulcerativa.

A doença de Crohn manifesta-se em qualquer parte do sistema digestivo, da boca ao ânus, e é caracterizada por uma inflamação que atinge todas as camadas da parede intestinal. Se não tratada corretamente, pode evoluir para um câncer de intestino. Por outro lado, a colite ulcerativa está confinada ao cólon e reto, afetando somente a camada mais superficial. Ambas prejudicam pessoas de qualquer idade, porém tem uma incidência maior em adultos entre 20 e 40 anos.

Os sintomas comuns as duas incluem dor abdominal, diarreia, fezes com sangue ou muco, perda de peso, febre e cansaço. O tratamento busca minimizar esses sintomas e envolve medicamentos, ajustes na alimentação e suplementação nutricional para prevenir complicações como anemia e osteoporose.

A causa das DII é multifatorial, como a predisposição genética, disfunções imunológicas e desequilíbrios na flora intestinal. Embora compartilhem sintomas e tratamentos, a doença de Crohn e a colite ulcerativa possuem particularidades que as diferenciam, como o padrão de inflamação e a área afetada no intestino.

Quais são as causas das doenças inflamatórias intestinais?

As causas das DIIs ainda não são totalmente esclarecidas, porém, existem fatores que parecem estar relacionados com o desenvolvimento dessas condições, como:

  • Predisposição genética
  • Mau funcionamento do sistema imunológico, que leva a uma resposta inflamatória anormal no intestino
  • Desequilíbrio da microbiota intestinal
  • Fatores ambientais como alimentação, estresse e exposição a certos agentes infecciosos
  • Tabagismo
  • Uso excessivo de antibióticos
  • Infecções gastrointestinais anteriores
  • Outros fatores como, uso de anticoncepcionais, agentes hormonais e excesso de consumo de açúcar

Entre os fatores de risco, além do tabagismo, estão a idade e o histórico familiar em parentes de primeiro grau.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Familiar por R$ 21,90/mês

Quais são os sintomas dessas doenças?

Os sintomas dessas doenças estão relacionados a inflamação progressiva do sistema digestivo e, mesmo sendo similares, cada uma tem suas particularidades.

Na colite ulcerativa os sintomas podem ser menos ou mais intensos conforme o tipo desenvolvido. De forma geral, o paciente apresenta:

  • Dor ou cólica abdominal constante, ou recorrente
  • Dilatação abdominal
  • Necessidade constante de evacuar
  • Alternância entre períodos de diarreia e prisão de ventre
  • Excesso de gases intestinais
  • Presença de muco nas fezes
  • Fezes com sangue
  • Mal-estar com calafrios
  • Sudorese
  • Febre
  • Cansaço excessivo
  • Desidratação
  • Presença de feridas na boca, em alguns casos
  • Perda de apetite, resultando em perda de peso

Em alguns pacientes, surgem sintomas como dor nas articulações, inflamação na esclera do olho (branco do olho) e alterações na pele.

No caso da doença de Crohn, os primeiros sintomas levam meses ou anos para aparecerem, pois dependem da extensão da inflamação. Alguns pacientes apresentam um ou mais sintomas e não desconfiam da condição, já que as reações podem ser confundidas com outras doenças intestinais como a colite e a síndrome do intestino irritável.

Além das cólicas, cansaço, perda de apetite e fezes com muco ou sangue, outros sintomas são:

  • Diarreia crônica (intensa e persistente)
  • Dor abdominal
  • Vontade repentina para defecar
  • Aftas
  • Febre persistente entre 37,5º a 38º
  • Perda de peso sem razão aparente
  • Enfraquecimento por conta da dificuldade para absorver os nutrientes
  • Dores articulares
  • Inflamação dos olhos
  • Sangramento no reto
  • Lesões da região anal, incluindo hemorroidas, fissuras, fístulas e abscessos
  • Cálculos renais (pedras nos rins) ou na vesícula biliar

Os sinais da doença de Crohn normalmente aparecem em fases, chamadas de “crises”, que, depois, tendem a desaparecer completamente, até que um novo período crítico surja.

Cada pessoa experimenta os sintomas de maneira diferente e o diagnóstico e tratamento adequados devem ser realizados por um profissional de saúde. Se você suspeita que possa ter uma dessas condições, é essencial procurar orientação médica.

Como é feito o diagnóstico das doenças inflamatórias intestinais?

O diagnóstico das DIIs é complexo e combina a avaliação clínica com uma série de exames, como:

É fundamental consultar um gastroenterologista ou um coloproctologista para um diagnóstico mais preciso e um plano de tratamento adequado.

Assine o App da Vale Saúde: Pronto Atendimento Online 24h por R$ 49,90

Como tratar as doenças inflamatórias intestinais?

As DIIs não têm cura definitiva, mas o tratamento visa aliviar os sintomas e manter a remissão da doença. Confira algumas abordagens comuns utilizadas:

  • Uso de medicamentos como anti-inflamatórios, imunossupressores e antibióticos
  • Ajustes na alimentação para reduzir a inflamação e compensar a perda de nutrientes devido à má absorção
  • Suplementação de vitaminas e minerais
  • Em casos graves ou quando há complicações, pode ser realizada cirurgia para remover a parte afetada do intestino

As opções de tratamento variam conforme a gravidade e a resposta individual. O tratamento deve sempre ser acompanhado por um médico.

É possível prevenir as doenças inflamatórias intestinais?

A prevenção das DIIs é um desafio, já que as suas causam ainda não são totalmente compreendidas. No entanto, é possível tomar algumas medidas que ajudam a reduzir o risco de desenvolver essas condições ou minimizar seus sintomas. Entenda:

  • Mantenha uma alimentação equilibrada e saudável, com baixo teor de gordura e rica em fibras, de preferência com a orientação de um nutricionista
  • Identifique e evite alimentos que desencadeiam crises
  • Aumente a flora intestinal ingerindo alimentos probióticos como iogurtes e leites fermentados
  • Mastigue bem durante as refeições
  • Não fume, o tabagismo aumenta o risco de DII e piora os sintomas
  • Reduza o estresse, pois ele influencia na inflamação
  • Realize check-ups regulares e consulte um médico se notar sintomas persistentes
  • Esteja atento aos sinais do corpo e não ignore sintomas como dor abdominal, diarreia crônica ou sangue nas fezes
  • Pratique atividades físicas regularmente

Lembre-se de que estas são medidas gerais e não garantem a prevenção das DII. É sempre importante consultar um médico para aconselhamento personalizado e acompanhamento adequado.

Participe da campanha Maio Roxo!

Para participar da campanha Maio Roxo, você pode fazer o seguinte:

  • Informar-se sobre as DIIs e seus sintomas
  • Compartilhar informações e materiais educativos com familiares, amigos e nas redes sociais
  • Participar de eventos online e presenciais organizados por associações como a Associação Brasileira de Colite e Doença de Crohn (ABCD)
  • Engajar-se com grupos de apoio e comunidades de pacientes
  • Colaborar com campanhas de arrecadação de fundos e outras iniciativas de suporte
  • Tornar-se um voluntário ou defensor das causas relacionadas às DII
  • Participar de audiências públicas e fóruns de discussão para promover políticas de saúde pública

Além disso, algumas campanhas incentivam iluminar monumentos e locais públicos em roxo, a cor da conscientização das DIIs.

A participação ativa e o compartilhamento de conhecimento são fundamentais para aumentar a conscientização sobre as DIIs e ajudar aqueles afetados por essas condições.

Encontre a ajuda necessária na Vale Saúde

A Vale Saúde foi feita para cuidar da sua saúde. Ao assinar, você tem acesso a mais de 60 especialidades médicas, incluindo gastroenterologistas, coloproctologistas e nutricionistas.

Também é possível fazer coletas de laboratório e agendar exames de imagem, sem filas e de uma maneira muito mais prática.

Saiba mais sobre as assinaturas da Vale Saúde e comece a tratar de si!

Maio Roxo



vale saúde sempre assinatura post

Escrito por Vale Saúde

A Vale Saúde é uma marca Vivo e oferece serviço de assinaturas com descontos e preços acessíveis para você cuidar melhor da sua saúde.

Posts Relacionados

consulta telemedicina

Telemedicina: saiba o que é e quando se consultar

Entenda como funciona a modalidade e quando recorrer à teleconsulta.

cartão vale saúde

Como funciona o cartão Vale Saúde da Vivo?

Com a assinatura da Vale Saúde, você tem acesso a consultas e exames com desconto e telemedicina 24h

check-up médico

Você sabe o que é um check-up médico?

Quer saber como se cuidar? Faça o seu check-up regularmente e veja os benefícios

Receba novidades em seu email

Inscreva-se na nossa newsletter

Ao se inscrever, você concorda com os termos de uso, a política de privacidade e em ser contatado por SMS, e-mail e telefone.

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Moções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil