Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Saúde V


Saúde e Bem-estar

Alimentação

Dicas e Curiosidades

Exames

Saúde Mental

Dicas e Curiosidades

Febre: conheça mitos e verdades

16 de

março

de 2023

febre conheça mitos e verdades
assinatura vale saúde

Saiba como lidar com esse sintoma que é um alerta importante do nosso corpo

Febre costuma ser o terror de pais e responsáveis que, muitas vezes, chegam a confiar na sabedoria popular para tomar atitudes visando o bem-estar dos filhos. Mas será que banho gelado e álcool no pescoço realmente podem ajudar a diminuir o sintoma?

Primeiro é importante esclarecermos que febre é um sinal de alerta emitido pelo nosso corpo para indicar que algo não está bem. Mas, nem sempre está relacionada a infecções ou doenças, como Covid-19 e gripes. A febre pode ser provocada, por exemplo, por medicamentos, excesso de sol e roupas muito quentes, como jaquetas, casacos e moletons.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Individual por R$ 14,90/mês

Você sabe qual é a temperatura que indica febre ou quando ela, de fato, é preocupante?

Para te apoiarmos, caso crianças ou adultos tenham febre, selecionamos dúvidas e até crenças populares em relação ao tema para explicar se elas são verdadeiras ou se não passam de mitos. Leia mais.

Lembrando que, antes de optar por antitérmicos, remédios para controle da temperatura corporal, qualquer sinal diferente do normal deve ser informado e avaliado por um médico, responsável por diagnosticar e recomendar o tratamento mais adequado, inclusive indicando a quantidade e o tempo adequado para consumo deste tipo de remédio.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Familiar por R$ 21,90/mês

1. Febre é sinal de infecção

Mito. A febre pode ter várias causas, entre elas infecções virais ou bacterianas (causadas por vírus ou bactérias), como gripes e resfriados, dengue, Covid-19, dores de ouvido e garganta. Mas, ela também pode ser reflexo do excesso de sol, que causa a insolação, de roupas, do uso de medicações e até por conta de tumores.

2. A partir de 37ºC já é considerado febre

Mito. O nosso corpo apresenta uma variação térmica diária, logo, é natural que na parte da manhã a nossa temperatura seja mais baixa, cerca de 36ºC, e ao fim da tarde ela fique mais alta, cerca de 37,5ºC. Por isso, para dizermos que uma pessoa tem febre, a temperatura dela precisa ser superior a 37,5ºC.

3. Banho morno faz baixar a febre

Verdade. O banho morno ou compressas, com toalhas e panos úmidos em água morna, feitas na região da testa ajudam a diminuir a temperatura corporal de quem está com febre.

4. Passar álcool no pescoço ajuda a baixar a febre

Mito. Não há nenhuma pesquisa científica que comprove a relação entre febre controlada e álcool. Além disso, o álcool é um produto químico que, em contato com a pele, pode causar queimaduras e intoxicação devido ao gás que exala.

5. Coloco a mão na cabeça do meu filho e sei se ele(a) está com febre

Mito. Mesmo sendo um hábito muito comum, as mãos não conseguem detectar a existência da febre. Por isso, o ideal é utilizar termômetros digitais ou infravermelhos e temporais – estes devem ser apontados para o ouvido ou testa da pessoa com suspeita de febre. Ou seja, quando vamos aos comércios e somos submetidos à verificação de temperatura, se os termômetros forem apontados para nossas mãos ou punhos não irão ter um retorno efetivo quanto à nossa real temperatura.

6. Eu tiro toda a roupa do bebê para a febre baixar

Mito. Além de desconfortável para o bebê, que sente frio ao ter febre, essa atitude não faz com que a temperatura baixe. O que vale mesmo é deixar o bebê com roupas leves e garantir que o ambiente permaneça arejado.

7. Suador é ótimo para baixar a febre

Mito. Colocar cobertores e agasalhar a pessoa com febre não faz com que a febre dela baixe, mas sim aumenta sua temperatura corporal, provocando desconforto e até contribuindo para a rápida desidratação (perda de líquido).

8. Febre alta pode fazer meu filho ter convulsão

Mito. Não é a febre alta, mas a velocidade com que a temperatura sobe que é o mais preocupante. Por isso, é recomendado buscar apoio médico, caso a febre persista por 72 horas ou aconteça sempre no mesmo horário, acompanhada de sintomas como dores fortes na cabeça, musculares, no abdômen, no pescoço, falta de ar, sangue nas fezes ou urina.

É válido também marcar os horários da febre e os sintomas que a acompanham para informar ao médico e, assim, apoiá-lo no diagnóstico.
Mas não espere a situação se agravar, na dúvida, consulte um médico da Vale Saúde e receba as orientações necessárias para garantir o bem-estar do seu filho.

9. Bebês não podem ter febre

Verdade. Bebês de até os 6 meses de idade não podem ter febre, pois eles ainda não têm um sistema imunológico (defesa) forte. Por isso, ao menor sinal de febre, consulte um médico e receba as orientações mais adequadas para cuidar do seu bebê.

Gostou das informações? Além de esclarecer as suas dúvidas por meio do nosso Blog, a Vale Saúde também garante o cuidado que você e a sua família precisam. Por isso, além do preço que cabe no seu bolso, não há filas ou carência. Conheça as nossas assinaturas e verifique aquela que mais se encaixa à sua necessidade.

Assine o App da Vale Saúde: Pronto Atendimento Online 24h por R$ 49,90

Vale Saúde, o cuidado que acompanha você!

Febre



vale saúde sempre assinatura post

Escrito por Vale Saúde

A Vale Saúde é uma marca Vivo e oferece serviço de assinaturas com descontos e preços acessíveis para você cuidar melhor da sua saúde.

Posts Relacionados

você sabe o que é um check-up médico

Você sabe qual é a diferenças das receitas médicas?

Ter uma receita médica é fundamental para adquirir alguns tipos de remédios

check-up médico

Você sabe o que é um check-up médico?

Quer saber como se cuidar? Faça o seu check-up regularmente e veja os benefícios

Sono excessivo: quando o cansaço diurno pode indicar um problema mais grave?

Sono excessivo: cansaço diurno pode ser um problema?

Manter hábitos saudáveis na sua rotina é essencial para evitar o cansaço diurno

Receba novidades em seu email

Inscreva-se na nossa newsletter

Ao se inscrever, você concorda com os termos de uso, a e em ser contatado por SMS, e-mail e telefone.

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Monções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil