Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Hepatograma

Exames de sangue verificam a saúde do fígado e detectam doenças como hepatite e cirrose

Ícone de exame médico

Exames laboratoriais e de imagem

A PARTIR DE

R$ 4,90

Consultas presenciais e por telemedicina

A PARTIR DE

R$ 70

Pronto atendimento online com Clínico geral e Pediatra

24H POR DIA

R$ 49,90/consulta

O que é o hepatograma?

O hepatograma consiste em uma série de exames de sangue que tem o objetivo de avaliar o funcionamento do fígado e das vias biliares. Também chamado de perfil hepático, esses testes possibilitam a detecção precoce de doenças como cirrose, hepatite, esteatose hepática e câncer.

Os resultados do hepatograma permitem que o médico tenha uma análise primária das funções hepáticas. Se houver necessidade, a avaliação deve ser ampliada com exames mais específicos, que consigam confirmar ou descartar complicações no órgão.

Essa avaliação geralmente é solicitada pelos clínicos gerais durante os check-ups médicos. Caso ocorra qualquer tipo de alteração, esse profissional pode encaminhar o paciente para o hepatologista, especialista que diagnostica e trata condições no fígado.

Para que serve o hepatograma?

O fígado e as vias biliares são órgãos essenciais para o corpo humano. Eles exercem funções como regulação da coagulação sanguínea, produção de colesterol, proteínas e bile, remoção de bactérias e combate a infecções, regulação dos níveis de açúcar no sangue, processamento de substâncias tóxicas ao organismo, entre outras.

O hepatograma serve para monitorar possíveis alterações nessas atividades, que, por sua vez, podem indicar doenças ou danos no fígado. No entanto, é importante ter em mente que nem sempre variações nas funções hepáticas indicam que há algo errado com o fígado. Em algumas situações, as anormalidades detectadas no exame são reflexos de problemas em outros órgãos.

Os testes que compõe o hepatograma medem enzimas e proteínas ligadas às atividades hepáticas. Além de doenças, os resultados são úteis para avaliar tratamentos que já estão em andamento, descobrir a condição nutricional do paciente e avaliar a coagulação do sangue.

Quais exames compõem o hepatograma?

O hepatograma é composto por um grupo de exames que analisam enzimas e outras substâncias presentes no fígado e nas vias biliares. Alguns exemplos são:

Aspartato aminotransferase (AST) e alanina aminotransferase (ALT)

Antes eram chamadas de transaminase glutâmica oxalacética (TGO) e transaminase glutâmica pirúvica (TGP), respectivamente.

A AST é uma substância que metaboliza aminoácidos e que está presente no sangue em quantidades baixas. Quando está aumentada, pode indicar dano no fígado ou alguma doença no órgão.

Já a ALT é uma enzima que auxilia na conversão de proteínas em energia para as células hepáticas. Se houver algum dano no fígado, essa substância passa a ser liberada no sangue e é detectada em níveis elevados no exame.

GGT ou Gama GT (Gama glutamil transpeptidase)

Quando os níveis dessa enzima estão elevados, é um sinal de possível lesão no fígado ou no ducto biliar. No entanto, os índices também ficam mais altos no segundo e no terceiro trimestre de gestação, por isso é necessária a avaliação correta do médico.

Fosfatase alcalina

Essa enzima é importante na quebra de proteínas. Quando está elevada, pode apontar algumas doenças no fígado, ducto biliar bloqueado ou algumas condições que afetam os ossos.

Bilirrubinas (direta, indireta e total)

A bilirrubina é uma substância produzida durante o processo de destruição dos glóbulos vermelhos (hemácias). Ela deve passar pelo fígado, que irá encaminhá-la para eliminação nas fezes e na urina.

Quando há um excesso de bilirrubina, é um sinal de que há algo errado com o fígado ou que o paciente possui algum tipo de anemia. Muitas vezes os níveis elevados desse elemento levam à icterícia.

Quais doenças o exame identifica?

Com o hepatograma, é possível detectar doenças como:

  • Hepatite
  • Cirrose hepática
  • Cirrose biliar
  • Lesões hepáticas
  • Câncer de fígado
  • Câncer das vias biliares
  • Gordura no fígado (esteatose hepática)
  • Obstrução da via biliar, que pode ser causada por cálculos ou tumores
  • Colangite (inflamação das vias biliares)
  • Síndrome de Gilbert (distúrbio genético caracterizado pelo aumento de bilirrubina)

Quando e quem deve fazer o hepatograma?

As doenças que afetam o fígado, como a hepatite e a cirrose, costumam ser silenciosas. Quando apresentam sintomas, muitas vezes estão em fase avançada e já causaram danos irreversíveis ao órgão.

Além disso, lesões hepáticas são capazes de evoluir para tumores e câncer, ou até mesmo falência hepática. Como o fígado é vital para a saúde humana, realizar exames preventivos, como os que compõe o hepatograma, é essencial para garantir diagnósticos precoces, tratamentos adequados e maiores chances de cura em quadros graves.

É por isso que o perfil hepático precisa fazer parte das consultas de rotina com um clínico geral e é indispensável para os diagnósticos feitos pelos hepatologistas. Também é recomendado realizar esses testes se o paciente tiver:

Os testes ainda são indicados para monitorar o tratamento e evolução de algumas condições, como o alcoolismo e outras doenças hepáticas.

Como é feito e qual é o tempo de duração?

O hepatograma é um exame não invasivo, que dura apenas alguns minutos. Consiste na coleta simples de amostras de sangue, realizada por um profissional da saúde.

Para isso, o paciente deve permanecer sentado e um elástico é amarrado em seu braço para interromper a circulação de sangue no local, tornando as veias mais aparentes.

Depois, o profissional limpa com álcool a área que será penetrada com a agulha, geralmente na dobra do braço. Se a veia não for acertada de primeira, esse procedimento pode se repetir algumas vezes.

Quando a veia é perfurada, o sangue é coletado diretamente em um tubo, que posteriormente será analisado em laboratório. Para estancar o sangramento, que normalmente persiste alguns segundos, é colocada uma bandagem no local.

Como se preparar e quais são os cuidados após a coleta?

Não há um preparo específico para realizar esse exame. Na maioria dos casos, não é necessário que o paciente esteja em jejum. No entanto, é importante consultar o médico ou o laboratório, pois em algumas situações é solicitado jejum de 8 a 12 horas.

Depois da realização do teste, o paciente consegue voltar à rotina normalmente, precisando apenas evitar carregar peso e fazer esforços com o braço em que a coleta foi feita.

Existem riscos em fazer o hepatograma? Quais são as contraindicações?

Por não ser invasivo e não apresentar desconfortos significativos para o paciente, não há riscos em realizar a coleta de sangue para o hepatograma. Também não existem contraindicações para a realização desse exame, ele é liberado e seguro para todas as pessoas, inclusive mulheres grávidas.

Se houver alguma dúvida, consulte o seu clínico geral ou hepatologista para esclarecê-la!

Assine e agende um exame

Para ter acesso aos descontos em exames, escolha a assinatura ideal para você

Faça parte da Vale Saúde e tenha desconto em procedimentos cirúrgicos!

1

Faça seu cadastro e assine

Assinaturas a partir de R$ 14,90/mês, sem carência e sem mudança de preço por idade

2

Baixe o App Vale Saúde

É só acessar a loja de aplicativos de seu celular.

Botão da Play Store
Botão da Apple Store

3

Agende seu exame

Confira a rede credenciada para escolher a melhor opção de laboratório ou clínica para você. Depois, é só agendar seu exame e nos enviar o pedido médico.

Tudo pelo App!

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Moções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil