Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Toxoplasmose

Doença infecciosa é causada por um protozoário e transmitida pela ingestão de água ou alimentos contaminados

Consulta presencial com infectologista

A PARTIR DE

R$ 63*

Consulta online com infectologista

A PARTIR DE

R$ 90*

Desconto em medicamentos

ATÉ

35%

O que é a toxoplasmose?

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e de outros animais. É uma das zoonoses (doenças transmitidas por bichos) mais comuns em todo o mundo.

Os sintomas da infecção são leves e semelhantes à gripe, como dores musculares, fadiga, febre, falta de apetite e alterações nos gânglios linfáticos.

A transmissão ocorre pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Os casos agudos são, geralmente, limitados e com baixas incidências.

A fase aguda da infecção tem cura, mas o parasita persiste por toda a vida da pessoa e pode se manifestar ou não em outros momentos, com diferentes tipos de sintomas. Quanto à infecção crônica, a taxa de incidência é baixa até os cinco anos de idade e começa a aumentar a partir dos 20.

Quais são os sintomas da toxoplasmose?

Pessoas com sistema imunológico fortalecido talvez não apresentem sintomas da toxoplasmose, e a doença passa despercebida.

A condição ainda provoca sinais similares a uma leve gripe:

Já os pacientes com sistema imunológico debilitado (recebendo quimioterapia, portadores do vírus HIV ou transplantados recentes) têm sintomas graves:

  • Manchas avermelhadas pelo corpo
  • Tontura
  • Confusão mental
  • Perda da coordenação motora
  • Dor de cabeça forte
  • Cansaço excessivo e sonolência
  • Aumento do fígado e do baço
  • Convulsões
  • Problemas de audição
  • Dificuldade para enxergar (problema na retina que pode levar à cegueira)
  • Problemas pulmonares semelhantes à tuberculose ou pneumonia
  • Problemas cardíacos (miocardite)
  • Encefalite
  • Hepatite
  • Pancreatite

Essa doença precisa ser tratada porque é capaz de infectar órgãos do corpo humano como pulmões, coração, fígado e cérebro.

Quais são os tipos de toxoplasmose?

A doença é dividida em diferentes tipos:

  • Toxoplasmose adquirida: Acontece quando uma pessoa é infectada com o parasita Toxoplasma gondii após o nascimento. Essa infecção é adquirida por meio da ingestão de alimentos e água contaminados com fezes de gatos infectados com o parasita ou pela ingestão de carne crua ou malcozida de animais infectados

  • Toxoplasmose congênita: Ocorre quando o feto é infectado por essa doença ainda no útero da mãe, durante a gestação. Isso pode causar graves problemas de saúde no bebê, incluindo malformações congênitas, cegueira, deficiências neurológicas e até mesmo morte

  • Toxoplasmose ocular: É uma complicação da toxoplasmose adquirida que afeta os olhos. A toxoplasmose ocular é causada pela presença do parasita no olho e pode levar a inflamações e lesões prejudicando a visão

Quais são os fatores de risco da toxoplasmose?

O risco de contrair a doença e desenvolver complicações aumenta nas seguintes condições médicas:

  • Aids: Portadores da síndrome estão mais sujeitos à infecção pelo T.gondii e à reativação do parasita, que estava latente no organismo, porque o vírus da Aids ataca as células de defesa do organismo

  • Tratamento quimioterápico: A quimioterapia pode provocar alterações no sistema imunológico que deixam o organismo mais vulnerável a infecções (redução dos leucócitos, os glóbulos brancos do sangue)

  • Uso de drogas esteroidais com ação anti-inflamatória e drogas imunossupressoras para evitar rejeição nos transplantes de órgãos

  • Na gravidez, quando a mulher não possui anticorpos contra a doença (sorologia negativa), porque nunca esteve em contato com o parasita, ou quando está com o sistema imunológico deprimido

Como é o diagnóstico da toxoplasmose?

É importante buscar atendimento médico especializado assim que surgirem os sintomas.

O diagnóstico da toxoplasmose é feito pelo clínico geral ou infectologista, após avaliação das manifestações clínicas e da realização do exame de sangue para detectar a presença de anticorpos (reagente IgG) produzidos pelo corpo para combater o parasita causador da doença.

Como é o tratamento da doença?

O tratamento da toxoplasmose pode ser realizado por médicos infectologistas, ginecologistas e obstetras, pediatras, oftalmologistas e clínicos gerais, dependendo do caso e dos sintomas apresentados pelo paciente.

Os medicamentos são diversos:

  • Antibióticos: O mais comum usado para tratar a toxoplasmose é a sulfadiazina, geralmente combinada com a pirimetamina. A dose e duração do tratamento dependerá da gravidade da infecção

  • Anti-inflamatórios: Se a toxoplasmose afetar a retina, há indicação do uso de anti-inflamatórios para reduzir a inflamação

  • Corticosteroides: Em casos mais graves, corticosteroides são receitados para reduzir a inflamação e aliviar os sintomas

  • Em pacientes com sistema imunológico enfraquecido: Como aqueles com HIV, pode ser necessário um tratamento mais agressivo com medicamentos mais potentes e por um período mais longo

  • Para toxoplasmose ocular: Se a toxoplasmose afetar os olhos, o tratamento deve incluir a administração de corticosteroides e antibióticos diretamente no olho afetado. É possível que haja indicação de cirurgia em casos graves

Como é a prevenção da toxoplasmose?

Para evitar o contágio pelo Toxoplasma gondii devem ser seguidas as seguintes recomendações:

  • Não ingerir carne crua ou malpassada nem vegetais in natura, se não tiver a certeza de que foram higienizados convenientemente. Se for retirar a casca, é fundamental lavar os alimentos primeiro

  • Lavar as mãos com água e sabão depois de ter lidado com carne crua ou malcozida e vegetais

  • Caprichar na higiene dos utensílios de cozinha (facas, tábuas, colheres, escorredores) usados no preparo desses alimentos

  • Consumir água potável, filtrada ou mineral

  • Beber somente leite pasteurizado

  • Evitar contato com as fezes de gatos ou de outros animais. Usar luvas quando for mexer no jardim ou em vasos com terra

  • Não permitir que as crianças brinquem em tanques de areia que permanecem ao ar livre em áreas de recreação, pois podem abrigar resíduos de fezes de animais infectados

  • Acostumar o gato a comer somente ração. Bem alimentado, provavelmente ele sairá menos à caça de roedores ou pássaros que possam estar infectados pelo Toxoplasma gondii

  • Não descuidar do acompanhamento pré-natal, durante a gravidez e o parto

  • Trocar as caixas de areia (usando luva e máscara) dos gatos, vaciná-los e mantê-los sob os cuidados de um veterinário

Assine e agende uma consulta

Escolha uma assinatura ideal para você e agende sua consulta agora:

Especialistas mais indicados para o tratamento

Clínico Geral

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Monções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil