Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Covid longa

Termo é utilizado para se referir às sequelas deixadas pela Covid-19 no organismo

O que é Covid longa?

Quando a pandemia da Covid-19 teve início em 2020, os sintomas e a maneira com que o vírus afetava o organismo eram um mistério.

Nos primeiros meses, os médicos imaginavam que a doença era apenas respiratória, já que um dos principais sintomas era uma síndrome respiratória aguda grave, que causava o comprometimento dos pulmões dos pacientes.

Hoje, mais de dois anos convivendo com a crise sanitária, já sabemos que a infecção pelo Sars-Cov-2 pode afetar todo o corpo e deixar sequelas, no que é conhecido como Covid longa, ou síndrome pós-Covid.

Essa condição é capaz de acometer qualquer pessoa que foi infectada pelo novo coronavírus. Dessa forma, pacientes que tiveram a doença na forma grave, leve ou até assintomática podem apresentar sintomas após a infecção.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fiocruz Minas e publicada em maio de 2022, 50% das pessoas que tiveram Covid-19 têm a síndrome pós-Covid, que passou a ser reconhecida como doença em outubro de 2021 pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Pessoas com Covid longa têm sintomas novos, recorrentes ou persistentes. Geralmente, eles aparecem cerca de três meses a um ano após a infecção pela Covid-19 e duram pelo menos dois meses. As manifestações não podem ser explicadas com um outro diagnóstico.

Quais são os principais sintomas da Covid longa?

Segundo o estudo publicado pelo Fiocruz Minas, os pacientes da pesquisa apresentaram mais de 20 sintomas recorrentes, sendo que o sintoma mais relatado foi a fadiga, persistente em 35% dos indivíduos.

Outros sintomas comuns são:

Quem pode desenvolver Covid longa?

Infelizmente, os pesquisadores ainda não têm certeza sobre o que pode levar algumas pessoas a desenvolverem a Covid longa.

Algumas pesquisas indicam que o sistema imunológico de certos pacientes pode ficar sobrecarregado ao combater o Sars-Cov-2 e começa a atacar o próprio organismo, gerando problemas. Também é estimado que o sistema imunológico pode levar um tempo para se recuperar totalmente e que os sintomas de Covid longa estão relacionados a esse período.

Outra hipótese é a de que, após a recuperação da Covid-19, fragmentos do vírus continuam no organismo e se reativam algum tempo depois, voltando a provocar sintomas da infecção.

O estudo da Fiocruz Minas indica que hipertensão arterial crônica, diabetes, cardiopatias, câncer, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica, tabagismo e alcoolismo são comorbidades que podem levar a uma infecção mais grave da Covid-19, elevando as chances de Covid longa no futuro.

A mesma pesquisa aponta ainda que pessoas idosas têm sintomas de Covid longa por mais tempo e que crianças e adolescentes, mesmo sem comorbidades, também podem desenvolver a condição.

Como saber se tenho Covid longa?

Se você foi infectado pela Covid-19, é essencial que consulte um médico e passe por uma bateria de exames após testar negativo para o vírus.

Um clínico geral irá pedir exames para analisar o coração, os rins, os vasos sanguíneos e outras partes do corpo. Também irá ouvir os seus relatos para analisar a presença de outros sintomas que podem indicar insônia, ansiedade e depressão.

De acordo com os resultados, ele irá diagnosticar a possibilidade de Covid longa e encaminhar o caso para médicos especialistas, como neurologistas, cardiologistas, pneumologistas, médicos do sono, nefrologistas, psiquiatras, entre outros.

Em caso de transtornos mentais, o acompanhamento com um psiquiatra ou com um psicólogo também pode ser recomendado pelo médico.

Se por acaso você se contaminou com o novo coronavírus e está apresentando alguns dos sintomas que citamos anteriormente neste texto, é de extrema importância que você consulte um profissional o quanto antes.

Tenho Covid longa: o que devo fazer?

Ainda não existe um tratamento único para a Covid longa. Cada médico especialista irá tratar dos sintomas apresentados em determinada área do corpo, de acordo com as queixas do paciente.

Algumas terapias, como as que buscam amenizar a perda de olfato e paladar, já estão disponíveis e devem ser acompanhadas por um otorrinolaringologista, que irá analisar cada caso individualmente.

Como se prevenir?

Para não ter Covid longa, é importante se proteger da Covid-19. Dessa forma, o distanciamento social, o uso de máscaras e a higiene constante das mãos por meio de água e sabão ou álcool em gel continuam essenciais.

Além disso, a vacinação, disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os estados brasileiros, é a principal maneira de prevenir a contaminação pelo Sars-Cov-2.

Assine e agende uma consulta

Escolha uma assinatura ideal para você e agende sua consulta agora:

Especialistas mais indicados para o tratamento

Otorrinolaringologista

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Moções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil