Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Saúde V


Saúde e Bem-estar

Alimentação

Dicas e Curiosidades

Exames

Saúde Mental

Saúde e Bem-estar

18/02 - Dia internacional da Síndrome de Asperger

02 de

março

de 2023

dia internacional da síndrome de asperger
assinatura vale saúde

Data simboliza campanha de conscientização social a respeito da síndrome que atinge 2% da população

Essa data foi escolhida para ser realizada a campanha mundial de informações sobre a síndrome de Asperger, por ser o dia do nascimento de Hans Asperger (1906-1980), o médico pediatra austríaco que deu nome à síndrome.

Além disso, o dia internacional procura conscientizar a sociedade a respeito da síndrome de Asperger, que atinge 2% da população.

O objetivo também é lembrar a importância do diagnostico mesmo que tardio, que pode ser feito por médicos especializados, como psicólogos, neurologistas, psiquiatras e fonoaudiólogos.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Individual por R$ 14,90/mês

O que é síndrome de Asperger?

A síndrome de Asperger é uma classificação antiga para um tipo de autismo muito leve, chamado de Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) .

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), TEA é um transtorno neurobiológico que faz parte da categoria de neurodesenvolvimento que tem as mesmas características do autismo, como o isolamento social, hiperfoco ou sensibilidades a estímulos sensoriais visuais, auditivos ou táteis.

Mas podem também apresentar outras condições, como ansiedade, hiperatividade (TDAH), depressão e epilepsia.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Familiar por R$ 21,90/mês

Como perceber os sinais e sintomas?

Fique atento aos primeiros sinais mais comuns, como o isolamento social e mudança de comportamento, principalmente em crianças.
Os principais sintomas, incluem:

  • Comportamentos repetitivos
  • Rituais e rotinas diárias (geralmente quando saem dessa rotina, ficam impacientes)
  • Inteligência acima da média
  • Interesses restritos ou específicos
  • Particularidades na linguagem e na fala
  • Problemas de interação social e comunicação
  • Transtornos motores
  • Dificuldade em relacionamentos, de expressar emoções e pensamentos
  • Podem apresentar QI mais elevado
  • Às vezes essas pessoas podem ser consideradas grosseiras ou frias nos seus comportamentos
  • Dificuldade de compreender mensagens corporais
  • Sensibilidade sensorial (não gostam de sons muito altos, ambientes cheios ou muito iluminados).

Esses comportamentos tendem a se manifestar no início da infância, mas raramente são identificados pelos pais, especialmente se forem leves. Aos primeiros sinais, leve a criança a um especialista para que seja feito o diagnóstico.

Embora não haja cura para a síndrome, os tratamentos são projetados para melhorar os sintomas e ajudar as pessoas afetadas a desenvolver habilidades de interagir com outras pessoas.

Assine o App da Vale Saúde: Pronto Atendimento Online 24h por R$ 49,90

Como a síndrome de Asperger é diagnosticada?

As características da síndrome de Asperger é variável de pessoa para pessoa, então, para que um indivíduo seja diagnosticado, o primeiro passo é procurar um psicólogo para obter um diagnóstico assertivo e receber orientações sobre o tratamento mais adequado.

O autismo é uma condição e todas as pessoas que compartilham das características serão afetadas de formas diferentes. Sabe por quê?

Porque essas diferenças é que resultam no diagnóstico, pois existem variedades de termos que incluem: síndrome de Asperger, transtorno do espectro do autismo (TEA), condição do espectro autista, autismo clássico, autismo atípico, transtorno invasivo do desenvolvimento, autismo de Kanner e autismo do alto funcionamento.

Diante de algumas mudanças recentes, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), “transtorno do espectro do autismo (TEA)” se tornará o termo mais comum para o diagnóstico da síndrome de Asperger.

Síndrome de Asperger na infância

Como é considerada como um tipo de autismo mais brando, os sintomas são os mesmos do autismo clássico, o que gera dificuldades na comunicação e socialização. Mas as crianças com essa condição têm capacidade cognitiva preservada e demonstram inteligência acima da média.

Como a síndrome não tem cura, os tratamentos exigem mais atenção para melhorar os sintomas, interação social e as dificuldades de aprendizado.

Então, nesse momento, o apoio familiar é de extrema importância para o desenvolvimento da criança, como:

  • Ser claro nas informações repassadas para a criança
  • Estabelecer horários para atividades e tarefas
  • Usar palavras simples
  • Evitar expressões no sentido figurado
  • Explicar bem as coisas, até que a criança entenda
  • Não falar alto
  • Não fazer promessas que não serão cumpridas
  • Parabenizar a criança quando as tarefas forem concluídas
  • Seguir uma rotina

Isso será de suma importância durante esse processo para que a criança se sinta acolhida e confortável para ser ela mesma, entendendo as diferenças.

Síndrome de Asperger na vida adulta

A gente escuta muito falar sobre o diagnóstico da síndrome de Asperger em crianças, mas pouco se fala dos desafios do diagnóstico tardio, na vida adulta.

As discussões sobre o transtorno de Asperger na vida adulta ainda é um pouco restrita, mas isso não significa que essas pessoas deixem de fazer parte do espectro, já que temos que compreender seu funcionamento em cada fase da vida, para garantir a inclusão de todos.

O que geralmente atrasa o diagnóstico é que os sintomas se manifestam de forma leve e as pessoas são classificadas como tímidas.

É comum que isso afete a habilidades de comunicação e relacionamentos, e isso que geralmente leva ao adulto a querer procurar um suporte para saúde mental.

Além disso, o transtorno do espectro do autismo (TEA), na fase adulta, vem acompanhado de outras questões, como a dificuldade de socialização, ansiedade ou depressão, o que pode dificultar o diagnóstico.

O que acontece também é quando os filhos são diagnosticados com a síndrome de Asperger, os pais começam a entender melhor sobre o assunto e descobrem que convivem a anos com o espectro, sem perceber. E a partir daí, procurarem ajuda de especialistas, como psicólogo.

Assine o App da Vale Saúde: Desconto em medicamentos de até 35%

Síndrome de Asperger não é uma doença, mas tem tratamento

A síndrome de Asperger não é uma doença (nem qualquer outro nível de autismo), é uma condição e por isso não tem cura. Então, as abordagens são feitas para orientar e guiar o paciente a um processo para conhecer a condição e entender como ele pode lidar com isso na sua vida.

As recomendações para um tratamento completo e eficaz é procurar uma equipe de especialistas, como psicólogo, fonoaudiólogo, psiquiatra, nutricionista e até fisioterapeuta.

A terapia é uma parte muito importante do processo de autoconhecimento, de ter autonomia e aprender a conviver com outras pessoas e com a síndrome.

E lembrem-se que o paciente que recebe o diagnóstico vive uma vida normal e as vezes só vai precisar de adaptações no seu dia a dia para ter qualidade de vida.

Aqui na Vale Saúde disponibilizamos mais de 60 especialidades, incluindo psicólogos, psiquiatras, fonoaudiólogos, nutricionistas e fisioterapeutas para cuidar da saúde da sua família de forma fácil e segura.

* Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o valor preciso será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Síndrome de Asperger



vale saúde sempre assinatura post

Escrito por Vale Saúde

A Vale Saúde é uma marca Vivo e oferece serviço de assinaturas com descontos e preços acessíveis para você cuidar melhor da sua saúde.

Posts Relacionados

Melatonina: Descubra como ela ajuda a regular seu sono

O que é a CID (Classificação Internacional de Doenças)

Publicado pela OMS, a CID reúne revisões de doenças por meio de classificação de números e letras

Como o nutricionista atua no controle e prevenção de doenças?

Como o nutricionista atua na prevenção de doenças?

Nutrição é fundamental no acompanhamento e tratamento de pacientes com problemas crônicos

A importância da vitamina D para o organismo e o cuidado com excesso do suplemento

A importância da vitamina D e o cuidado com o seu excesso

Benefícios da vitamina D3 ou colecalciferol, riscos da deficiência e quais problemas a superdose pode trazer

Receba novidades em seu email

Inscreva-se na nossa newsletter

Ao se inscrever, você concorda com os termos de uso, a política de privacidade e em ser contatado por SMS, e-mail e telefone.

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Moções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil