Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Teste do Pezinho

Exame é obrigatório e detecta até 60 doenças raras na primeira semana de vida do bebê

Exames laboratoriais e de imagem

A PARTIR DE

R$ 4,90

Consultas presenciais e por telemedicina

A PARTIR DE

R$ 70

Pronto atendimento online com Clínico Geral e Pediatra

24H POR DIA

R$ 49,90/consulta

O que é o teste do pezinho?

O teste do pezinho é um exame não invasivo obrigatório no Brasil, que deve ser feito logo na primeira semana de vida do recém-nascido. O objetivo é detectar doenças raras, que não apresentam sintomas na infância, mas são capazes de gerar complicações graves ao longo dos anos.

Atualmente, o teste do pezinho consegue identificar pelo menos 60 doenças de alta gravidade, entre elas hipotireoidismo congênito e hemoglobinopatias (condições que afetam o sangue, como traço falcêmico ou doença falciforme).

É recomendado realizar o exame ainda na maternidade, entre o 3º e 5º dia depois do parto. Como é um procedimento obrigatório, alguns municípios do país não permitem que a criança seja registrada antes que o teste seja feito.

Para que serve o exame?

O teste do pezinho serve para detectar doenças raras e graves antes que elas comecem a manifestar sintomas, a fim de evitar complicações, como danos físicos e motores e até retardo mental grave e irreversível.

Doenças raras são difíceis de serem diagnosticadas. É estimado que os portadores dessas condições consultem pelo menos 10 médicos diferentes antes de ter um diagnóstico correto e o início de um tratamento adequado. A demora na conclusão dos quadros agrava as doenças, além de prejudicar a qualidade de vida dessas pessoas.

Com um resultado positivo no teste do pezinho, os pais ou responsáveis terão uma consulta com o pediatra, que irá orientar sobre os próximos passos e encaminhar o bebê para um médico especialista, de acordo com o problema que for identificado.

Quais doenças são identificadas com o teste do pezinho?

Pelo menos, 60 doenças são identificadas pelo teste do pezinho. Confira as principais:

  • Hipotireoidismo congênito: ocorre quando a glândula tireoide do recém-nascido não consegue produzir as quantidades certas de hormônios
  • Fenilcetonúria (doença do metabolismo): é uma hiperfenilalaninemia, ou seja, um defeito congênito que acumula o aminoácido fenilalanina no corpo, podendo causar danos cerebrais
  • Hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue): as mais comuns são o traço falcêmico e doença falciforme (anemia falciforme)

Outras condições que podem ser detectadas são:

  • Outras hiperfenilalaninemias, além da fenilcetonúria
  • Outras hemoglobinopatias, além da doença falciforme e do traço falcêmico
  • Fibrose cística
  • Hiperplasia adrenal congênita
  • Deficiência de biotinidase
  • Toxoplasmose congênita
  • Galactosemias
  • Aminoacidopatias
  • Distúrbios do ciclo da ureia
  • Distúrbios da betaoxidação dos ácidos graxos
  • Doenças lisossômicas
  • Imunodeficiências primárias
  • Atrofia muscular espinhal

Quando e quem deve fazer o exame?

O teste do pezinho deve ser feito em todos os recém-nascidos, de preferência entre o 3º e o 5º dia após o nascimento. É preciso ter atenção às datas, porque não é indicado realizar o exame nas 48 horas depois do parto. Isso acontece devido às chances de falsos negativos ou positivos de algumas doenças.

Todas as orientações a respeito do teste do pezinho estão no Manual de Normas Técnicas e Rotinas Operacionais do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). Caso não seja possível fazer o procedimento no período recomendado, ele deve ser feito ao longo dos primeiros 30 dias de vida do bebê. Se houver alguma dúvida, consulte um pediatra.

Como é feito e qual é o tempo de duração do teste do pezinho?

No geral, o teste do pezinho é muito rápido e dura apenas alguns minutos. Além disso, se for feito corretamente, é praticamente indolor para o bebê.

O procedimento é realizado por meio da coleta de uma amostra de sangue. O profissional da saúde deve utilizar uma lanceta (um instrumento de punção, que é diferente de uma agulha) para fazer um pequeno furo no calcanhar da criança. É por isso, inclusive, que se chama “teste do pezinho”.

A partir disso, é coletada uma pequena amostra de sangue em um papel-filtro. O profissional precisa ter atenção para evitar o acúmulo e a coagulação de sangue no papel-filtro. É importante desencostar o pé do bebê do papel somente quando todo o círculo da folha estiver preenchido. Depois, a amostra é encaminhada para um laboratório, responsável por realizar as testagens necessárias.

Como é o preparo e quais são os cuidados após o exame?

O teste do pezinho não exige preparos específicos, mas é fundamental que os pais ou responsáveis vistam a criança com roupas confortáveis e que deixem um livre acesso aos pés.

Da mesma forma, não existem cuidados após o teste. Porém, é comum que o bebê se sinta incomodado durante o processo e demonstre irritabilidade por meio de choro. Para aliviar esses sintomas, uma opção é amamentá-lo quando o procedimento acabar.

Existem riscos em realizar o teste do pezinho?

Não. O teste do pezinho é seguro, não invasivo, praticamente indolor e indicado para todas os bebês. A sua realização é essencial na detectação de enfermidades graves e de tratamento dificultoso, o que auxilia na qualidade de vida ao longo do crescimento da criança.

Onde fazer o exame?

Com uma assinatura da Vale Saúde, você tem acesso a descontos em vários exames, como o teste do pezinho. É importante ter em mente que o procedimento feito na rede privada consegue detectar 60 doenças, enquanto, na rede pública, o número cai para 50.

Além disso, assinantes possuem acesso a consultas presenciais ou por telemedicina com mais de 60 especialistas, incluindo o pediatra.

Saiba mais sobre a Vale Saúde e cuide de quem você mais ama!

Assine e agende um exame

Para ter acesso aos descontos em exames, escolha a assinatura ideal para você

Faça parte da Vale Saúde e tenha desconto em procedimentos cirúrgicos!

1

Faça seu cadastro e assine

Assinaturas a partir de R$ 14,90/mês, sem carência e sem mudança de preço por idade

2

Baixe o App Vale Saúde

É só acessar a loja de aplicativos de seu celular.

Botão da Play Store
Botão da Apple Store

3

Agende seu exame

Confira a rede credenciada para escolher a melhor opção de laboratório ou clínica para você. Depois, é só agendar seu exame e nos enviar o pedido médico.

Tudo pelo App!

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Monções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil