Vale Saúde - Logomarca

Saúde V


Saúde e Bem-estar

Alimentação

Dicas e Curiosidades

Exames

Saúde Mental

Top10 Saúde

Alimentação

Será que a água com gás faz mal para o organismo? Mitos e verdades

16 de

janeiro

de 2023

Água com gás faz mal para o organismo?
assinatura vale saúde

Manter-se hidratado é fundamental, pois ajuda a eliminar toxinas e auxilia na absorção de nutrientes.

Normalmente, a água com gás se apresenta como uma alternativa para quem não consome bebidas alcoólicas e prefere não ingerir refrigerantes, uma vez que o sabor mais amargo e o gás quebram um pouco a monotonia da água mineral.

No entanto, fica aquela dúvida: por conter gás carbônico, assim como os refrigerantes, será que a água mineral com gás faz mal para o organismo?

Manter-se hidratado é fundamental, pois ajuda a eliminar toxinas, auxilia na absorção de nutrientes e regula a temperatura corporal, entre outras funções importantes para a manutenção da saúde.

A desidratação pode levar ao comprometimento da função cerebral, alterações de humor e, com o tempo, ao desenvolvimento de doenças crônicas.

Especialistas e profissionais de saúde costumam recomendar, no mínimo, a ingestão de dois litros de água pura por dia (sem contabilizar outros líquidos, como chá, café ou sucos).

Essa quantidade necessária específica varia de acordo com o tipo físico e histórico clínico de cada um, por isso é importante consultar um nutricionista para saber a soma adequada para você. Mas será que a água com gás conta neste cálculo?

Sim, a bebida ajuda a hidratar o corpo tanto como a água sem gás. Por isso, ela pode entrar na conta dos mais de dois litros de líquidos por dia, se você preferir as “bolhinhas” para ajudar a chegar a essa marca diária.

Assim como a água potável, ela não compromete a dieta, pois é livre de calorias: não engorda, nem emagrece.

Outra ideia mentirosa sobre a água com gás é a de que ela causa o aparecimento de celulites no corpo. Isso não é verdade, pois ela é bastante hidratante (sendo a desidratação uma das principais causas dos famigerados “furinhos” na pele) e não tem caloria.

Assine o App da Vale Saúde: Pronto Atendimento Online 24h por R$ 49,90

Quais as diferenças da água mineral com gás?

Os principais ingredientes da água gaseificada são água e dióxido de carbono. Porém, algumas marcas adicionam aromas e minerais como bicarbonato de sódio, sulfato de potássio e cloreto de sódio.

Quando o dióxido de carbono se dissolve na água, seu pH cai, resultando em uma bebida levemente ácida. O produto final é gasoso, o que pode torná-lo mais atraente do que a água comum para muitas pessoas.

As bebidas com maior conteúdo mineral tendem a ser mais hidratantes. Embora algumas águas com gás possam ter mais sódio do que a normal, o teor de sódio da água regular também pode variar amplamente com base na localização geográfica.

Mas cuidado: alguns estudos indicam que a efervescência da água gasosa consegue aumentar a capacidade de saciar a sede, o que pode levar as pessoas a beberem menos água.

E outro alerta: se você é propenso a reter líquido e inchar, considere evitar bebidas gasosas, pois elas podem piorar essa condição. Neste caso, beba em grandes quantidades a água normal, sem “bolhinhas”.

Outra coisa que pode ocorrer com muito consumo de água gasosa é que as pessoas mais sensíveis podem sentir gases, com um pouco de dor de barriga e flatulência.

O gás pode, sim, aumentar a flatulência. Se for o seu caso e você adorar essa opção da bebida, é melhor ingerir menos quantidade dela e complementar o consumo diário com água sem gás.

Em determinado grupo, a dilatação estomacal provocada pelo gás carbônico consegue causar inchaço e desconforto temporário, tipo empachamento. Assim que o gás se dissolve, passa. Sem contar que é comum ele fazer a pessoa eructar (arrotar), aliviando ainda mais rapidamente o quadro.

Pessoas com problemas gastrointestinais, como gastrite, refluxo e síndrome do intestino irritável, também devem evitar esse tipo de produto.

Também é preciso ter algum cuidado ao oferecer água com gás para crianças, pela questão de hábito. Elas precisam se acostumar com a água comum, e não somente com essa opção.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Individual por R$ 14,90/mês

Quais são os pontos positivos da água mineral com gás?

Pela sua refrescância e por ser uma alternativa mais saudável ao refrigerante e outras bebidas com açúcar, a água com gás torna-se preferência de muitos consumidores. Além disso, por ser um pouco mais ácida, ela pode colaborar na digestão de proteínas, já que a acidez ativa as proteases (enzimas que digerem proteínas no estômago).

Ela ainda ajuda a limpar o paladar, por isso as cafeterias servem um copinho de água com gás junto com o café. Ela deixa as papilas gustativas mais sensíveis ao sabor dos alimentos que serão consumidos em seguida.

A água mineral, com ou sem gás, é rica em nutrientes como cálcio, potássio e magnésio. Como também contém sódio, as pessoas hipertensas (que têm pressão arterial alta) devem ficar atentas ao rótulo, pois algumas empresas podem adicionar quantidades a mais desta substância, devendo-se evitar as marcas que fazem isto.

O gás presente na água gaseificada, quando liberado no estômago, aumenta a sensação de saciedade e de estômago cheios, o que pode ajudar a comer menos (diminuir o apetite e a quantidade de calorias em uma refeição, auxiliando no emagrecimento, para quem precisa perder peso). Por não conter calorias, pode ser consumida à vontade.

A bebida ainda consegue melhorar a capacidade de engolir. Alguns estudos demonstraram que a água com gás produz estímulos sensoriais e químicos sobre a capacidade oral e a mucosa faríngea, beneficiando a deglutição, sendo, por isso, benéfica para pessoas que possuem disfagia.

Assine o App da Vale Saúde: Plano Familiar por R$ 21,90/mês

Quais são outros mitos negativos sobre a bebida gasosa?

Além de não dar celulites, a água mineral com gás também não enfraquece os ossos, nem danifica o esmalte dos dentes ou sequer diminui a absorção de nutrientes.

No passado, o líquido gasoso carregava esses estigmas, porém nada disso foi comprovado cientificamente.

Isso ocorria devido às semelhanças da bebida com os refrigerantes. Hoje se sabe que, desde que não tenha o acréscimo de aromatizantes artificiais, a água com gás não traz riscos para a saúde.

A bebida gasosa não prejudica a gravidez e pode ser consumida normalmente neste período. No entanto, durante a gravidez a sensação de estômago cheio e inchaço pode ser maior, pois a barriga aumentada pressiona o estômago, tornando-o mais sensível.

Ela também não faz mal aos rins. Quanto mais consumida melhor, como a água natural, para o funcionamento do sistema urinário.

Água com gás



vale saúde sempre assinatura post

Escrito por Vale Saúde

A Vale Saúde é uma marca Vivo e oferece serviço de assinaturas com descontos e preços acessíveis para você cuidar melhor da sua saúde.

Posts Relacionados

Por que cortar cebola nos faz chorar e o limão é azedo?

Por que cortar cebola nos faz chorar e o limão é azedo?

Conheça 4 curiosidades sobre os alimentos que talvez você não saiba.

O golpe tá aí: alimentos que parecem saudáveis, mas não são

O golpe tá aí: alimentos que parecem saudáveis, mas não são

Peito de peru e suco de caixinha fazem parte dessa lista

A importância da vitamina D para o organismo e o cuidado com excesso do suplemento

A importância da vitamina D para o organismo e o cuidado com excesso do suplemento

Benefícios da vitamina D3 ou colecalciferol, riscos da deficiência e quais problemas a superdose pode trazer

Receba novidades em seu email

Inscreva-se na nossa newsletter

Ao se inscrever, você concorda com os termos de uso, a política de privacidade e em ser contatado por SMS, e-mail e telefone.