Vale Saúde - Logomarca

Sobre a Vale Saúde

Rede de Atendimento

Blog

Ajuda

Laringite

Doença ocorre por infecção viral ou esforço excessivo da voz

Consulta presencial com otorrinolaringologista

A PARTIR DE

R$ 60*

Consulta online com otorrinolaringologista

A PARTIR DE

R$ 90*

Desconto em medicamentos

ATÉ

35%

O que é Laringite?

Um problema bastante comum, a laringite é um tipo de inflamação que ataca a laringe, parte fundamental da produção da voz. Dentro da laringe se encontram as cordas vocais, como são chamadas as duas membranas que existem nessa região.

De maneira geral, as cordas vocais funcionam abrindo e fechando suavemente. Os sons da voz são formados por meio dessa vibração e movimento. Porém, quando ocorre a laringite, a pessoa fica com as cordas vocais inflamadas ou irritadas.

Isso faz com que elas inchem, o que acaba por distorcer os sons que são produzidos quando o ar passa por elas. Como resultado disso, a voz é geralmente marcada pela rouquidão.

O quadro de laringite pode ser agudo, ou seja, de curta duração, ou crônico, quando dura um tempo prolongado. A maior parte dos casos é decorrente de algum tipo de infecção, geralmente uma laringite viral, sendo apenas temporária e não se caracteriza por algo mais grave.

No entanto, a persistência da rouquidão pode sinalizar algum problema médico oculto e de maior gravidade.

Quais as principais causas da laringite?

Laringite aguda

Entre as causas da laringite aguda estão:

  • Infecções causadas por vírus, como um resfriado
  • Inflamação por uso extenuante das cordas vocais, causada por esforço repetitivo ou uso excessivo da voz
  • Infecções bacterianas (laringite bacteriana), embora sejam menos comuns.

Laringite crônica

Quando uma laringite persiste por mais de três semanas, é chamada de laringite crônica. Em geral, este tipo é decorrente da exposição a situações que irritam a laringe ao longo de um período.

Os casos crônicos podem resultar em lesões ou crescimento de pólipos, ou nódulos nas cordas vocais, que também podem sofrer tensão. As causas mais frequentes da laringite crônica são:

  • Doença do refluxo gastroesofágico (laringite por refluxo)
  • Irritantes inalados, como vapores químicos, fumaça ou que causem alergia
  • Sinusite crônica
  • Utilização excessiva habitual da voz, como no caso de profissionais que usam demasiado a voz
  • Consumo excessivo de álcool
  • Tabagismo
  • Alergias a fumaça ou poeira
  • Tosse contínua
  • O ato de limpar a garganta constantemente

Entre algumas causas menos comuns da laringite crônica estão:

  • Algumas infecções causadas por fungos ou bactérias
  • Outras infecções causadas por parasitas

A rouquidão crônica pode ser causada por:

  • Câncer
  • Paralisia das cordas vocais de causa neurológica.

Quais os sintomas da laringite?

Entre os sintomas e sinais da laringite, estão:

  • Perda de voz ou voz fraca
  • Rouquidão
  • Necessidade de limpar a garganta com frequência
  • Sensação de cócegas na garganta
  • Dor de garganta
  • Sensação de secura na garganta
  • Tosse irritante e seca que não desaparece

Em alguns casos também pode ocorrer:

  • Febre acima de 38°C
  • Falta de apetite ou vontade de beber líquido
  • Dificuldade para respirar (sintoma raro).

Quais os fatores de risco da laringite?

A laringite tem como alguns de seus fatores de risco, as seguintes condições:

  • Apresentar resfriado, sinusite, bronquite ou outra infecção respiratória
  • Exposição a substâncias inalantes que podem irritar as cordas vocais
  • Ingestão de bebida alcoólica em excesso
  • Utilizar a voz de maneira excessiva: falar demais ou muito alto, gritar ou cantar.

Existe tratamento para laringite?

De maneira geral, a laringite desaparece sozinha entre 1 a 2 semanas e nem sempre é preciso consultar um médico

O que a pessoa pode fazer:

  • Evitar usar muito a voz
  • Se manter bem hidratado
  • Manter o ambiente em que está úmido, colocando tigelas de água. Lembrando que o aquecimento central e o ar-condicionado tornam o ar seco
  • Não fumar
  • Evitar lugares com fumaça ou poeira
  • Evitar muita cafeína ou álcool, uma vez que eles causam desidratação e irritação do estômago.

Quando consultar um médico?

Uma consulta com um médico otorrinolaringologista deve ser marcada se os sintomas da doença persistirem por mais de duas semanas, se estiver muito doloroso ou for difícil para engolir.

A pessoa deve procurar atendimento médico imediato se:

  • Tiver problemas para respirar
  • Observar sangue ao tossir
  • Tiver febre persistente ou que não cessa com antitérmicos
  • Tiver dor crescente e contínua

Em caso de sintomas de laringite em crianças, procure atendimento médico imediato se ela:

  • Emitir sons respiratórios ruidosos e agudos ao inspirar (chiado)
  • Estiver muito prostrada, sem se alimentar
  • Tiver problemas para engolir
  • Tiver dificuldade para respirar
  • Tiver febre persistente.

Especialmente em crianças pequenas, como o espaço entre as cordas vocais é sutil, existe a preocupação que formas mais graves de laringite possam comprometer a entrada no ar nos pulmões. Portanto, em casos de laringite infantil, é necessário um pouco mais de cautela e os pais devem procurar atendimento médico em caso de dúvidas quanto aos sintomas.

Como prevenir laringite?

Para evitar que as cordas vocais fiquem secas e irritadas:

  • Evite o cigarro e mantenha distância do fumo passivo: a fumaça deixa a garganta seca e pode causar irritação nas cordas vocais
  • Limite o álcool e a cafeína: essas substâncias fazem com que você perca hidratação e podem contribuir para o refluxo gastroesofágico
  • Mantenha-se hidratado: líquidos auxiliam a manter o muco mais fino na garganta e mais fácil de limpar
  • Evite limpar a garganta: isso traz mais malefícios do que benefícios, uma vez que resulta em uma vibração atípica das cordas vocais e pode causar inchaço. O ato de limpar a garganta faz ainda com que a região produza mais muco e fique mais irritada. Isso faz com a pessoa sinta mais necessidade de limpá-la de novo
  • Evite infecções nas vias respiratórias superiores: lave sempre as mãos e evite contato com quem esteja resfriado ou gripado.
Assine e agende uma consulta

Escolha uma assinatura ideal para você e agende sua consulta agora:

Especialistas mais indicados para o tratamento

Otorrinolaringologista

Tire suas dúvidas sobre a Vale Saúde na nossa central de ajuda

Vale Saúde - Logomarca
Vivo - Logomarca

A Vale Saúde é uma assinatura e não um plano de saúde.

*Valores de referência em SP Capital, podem variar dependendo do prestador e região do país, mas o preço exato será informado na solicitação de orçamento e agendamento. Os serviços de saúde são de inteira responsabilidade dos prestadores, sendo a Vale Saúde apenas meio de pagamento e plataforma que conecta o usuário com a rede credenciada. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Copyright © 2022-2023 Vale Saúde. Todos os direitos reservados. CNPJ: 14.336.330/0001-67 | Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1.376 - Cidade Monções 04.571-936 – São Paulo/SP – Brasil